sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

XIX Troféu cidade de São Paulo SP462anos


Largada

Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2015

Na última segunda-feira, dia 25 de janeiro a cidade de São Paulo completou 462 anos e sendo a cidade que não pode parar, a melhor forma de comemorar a data só podia ser correndo.

Já são 19 anos que o Troféu cidade de São Paulo é disputado, uma prova de 10km idealizada pelo ícone brasileiro da corrida nos anos de 1980, José João da Silva, bi-campeão da corrida de São Silvestre em uma época que os maiores e melhores corredores do mundo vinham comemorar a passagem dos anos correndo a mais tradicional prova do país.



A corrida tem largada em frente ao parque do Ibirapuera, no Obelisco e percorre o sobe e desce da avenida Rubem Berta e a agradável reta em ida e volta do avenida República do Líbano.
Para incentivar os iniciantes acontece simultaneamente uma prova de 6,3 km que retorna antes de atingir o monumento do empurra-empurra.

Nem o fato do feriado acontecer em uma segunda-feira, prolongando o final de semana de fim de férias ou na sequência de um domingo com corridas foi capaz de esvaziar a já tradicional prova. Pode não ter tido o público de anos anteriores quando o feriado cai no meio da semana, mas mesmo assim os paulistanos prestigiaram a cidade correndo.

Por ter premiação em dinheiro e medalhões para os primeiros colocados nas faixas etárias, o nível da prova fica forte e conta com a presença de atletas africanos papadores de pódios na "terra brasilis".

Essa classificação por faixa etária é sempre um estímulo a mais para quem se dedica a corrida o ano todo, um desafio a mais que infelizmente trás problemas para os organizadores/fiscais e empresa de cronometragem que não conseguem ou não querem ver o óbvio, fiscalizar o mais básico e banir os espertalhões das corridas.

Enquanto isso não acontecer, a solução mais fácil será tirar todos os tipos de premiação como a maioria das provas fazem e chegar mais cedo em casa, sem reclamações ou problemas, sem espertalhões querendo ROUBAR prêmios de quem se esforça e não tem tempo para burlar regras, regulamentos ou cortar caminho. Nessa prova, vi várias pessoas parando nos canteiros e depois aparecerem lá na frente como se nada tivesse acontecido.

O único tapete de fiscalização no meio do percurso não foi suficiente para amedrontar os malandros, e a empresa de cronometragem pelo que parece não elimina automaticamente quem não passa por esse tapete de fiscalização, contaminando assim a classificação dos que correm o percurso todo.(Esse fato infelizmente acontece em TODAS as provas, quando tem tapete no percurso, o sistema não elimina quem só aparece na largada e na chegada, e depois de terminada a prova, ninguém responde as reclamações, imperando o descaso com os corredores, fato muito simples de entender visto que o produto principal já foi entregue e provavelmente já está pago).

A federação também não parece muito preocupada em coibir esses e outros atos antidesportivos que acontecem entre os amadores, só se manifestam quando existe algum tipo de denúncia e só se essa denúncia for no exato momento e com muitos acusadores, quando feitas posteriormente, os fatos facilmente comprovados por fotos e tempos absurdos nem são analisados ou respondidos. UMA PENA!

Na categoria M65-69 tem uma denúncia na página da corrida no facebook que não tinha sido  respondida e o campeão da categoria continua sendo uma pessoa que pela foto deve ter caído na fonte da juventude para ter idade da categoria, e o detalhe mais amedrontador é que ao ser chamado para receber o medalhão no pódio essa pessoa envelheceu repentinamente e mudou de fisionomia conforme nos conta o maior prejudicado do dia, o atleta que consta como 2° colocado na classificação e deveria ser o campeão merecidamente.

Em contato com a organização da prova, relatando esse caso específico fui informado que essa pessoa será desclassificada e o reclamante será comunicado, além da resposta na página do facebook.

Vamos aguardar e torcer por punições mais severas. Quem sabe um dia.

Referente ao Post anterior, Bradesco Longevidade, as meninas que tinham tempos melhores que a categoria GERAL foram retiradas da relação, pelo menos nesse momento, depois que Blog e Run enviou os certificados probatórios do ERRO. Ainda continua com muitos erros, mas .... Aguardando.


Voltando a prova.


Equipe Superação Esportiva
Eu não participava há muitos anos dessa ótima corrida por problemas com a data, ou férias ou por estar em  Poços de Caldas na maravilhosa Volta ao Cristo que me impediam de comparecer, esse ano deu para encaixar e aceitei o convite da Equipe Superação Esportiva para correr os 10km comemorando os 462 anos de Sampa.

A Equipe Superação Esportiva tem quase 100 alunos, os treinos presenciais acontecem na USP às terças e quintas das 18:00 às 21:00 e aos sábados das 07:00 às 10:00.

Em todas as aulas os proprietários da Assessoria estão presentes identificando melhorias na metodologia dos treinamentos e na estrutura oferecida.

O objetivo da assessoria é "Disponibilizar à sociedade, condições diferenciadas para a prática regular de atividades físicas com infraestrutura completa, profissionais altamente qualificados e atendimento impecável. Reforçar para a população que a prática regular de atividade física é o melhor caminho para uma vida mais saudável."
Quem quiser conhecer melhor a Superação Esportiva pode entrar em contato pelo telefone ou no site:
Novos alunos: Tel.: (11) 9.7201-8223 - Site: superacaoesportiva.com.br

Obrigado Roberto pela receptividade e convite.

Minha prova, larguei para acompanhar um amigo, um iniciante nas competições, fui falando os 10kms, fotografando os fatos inusitados e os amigos pelo percurso e marcando o ritmo previamente combinado. Logo na largada, demoramos 1'15" para atingir o tapete, já mostrei a ele a quantidade enorme de caminhantes que se posicionam em local indevido atrapalhando a largada e podendo causar acidentes, corremos pela calçada em ritmo de aquecimento, no sobe e desce da Rubem Berta encaixamos o ritmo e assim fomos até o último km quando eu disse para ele acelerar rumo a chegada enquanto eu continuava fotografando e cumprimentando os amigos na reta final. Fechamos muito bem e depois ficamos pela arena curtindo a festa com muito blablablarun. Parabéns Luis, se treinar um pouquinho só vai dar muito trabalho. 


Fotos em Facebook.com/BlogeRun


#BlogeRun2016
#Colucci


Um comentário :

Magda Vagli Zobra disse...

Tomara que com o tempo esses trapaceiros sejam banidos das corridas...São eles que tiram o brilho das corridas e fazem com que cada vez tenha menos corridas com premiação....uma pena...Parabéns Colucci e obrigada pelo relato....bjs